domingo, 29 de março de 2009

Jade, muito sofrimento...

Já fazem alguns dias que resgatei a Jade de uma situação lamentável. Mas ando tão correndo que nem divulguei ainda. Aliás, preciso divulgar ela, o outro atropeladinho (vou bolar um nome hoje), um filhotão e as três irmãs gatas lindas: Barbie, Suzy e Sofia. Fora os demais de amigos e parceiros.
A Jade tinha donos. Isso mesmo, "donos". A D. Eva passava na frente da casa dela e via ela neste estado, e me procurou, falando sobre um caso de "vida ou morte". Ela, que mal tem para os seus que estou ajudando, veio pedir auxílio para um animal de pessoas que ela nem conhecia. Falaram para ela que tinha sido atropelada, que não tinham dinheiro para tratar...
Pedi para amigos irem lá fazer foto para eu divulgar, pois não poderia assumir mais nada... mas não teve jeito. Quando vi as fotos, meu deus! pedi para um resgate de uma clínica parceira ir lá buscá-la imediatamente. A Jade tinha uma miíase (bicheira) de mais de meses, que comiam ela viva.

As larvas e moscas moravam dentro da pata. Bicheiras do tamanho de minhocas, comiam ela toda, não sobrou ossos da mão nem dos dedinhos, e já estava com os ossos aparentes e a crane podre. Se fotos tivessem cheiro, vocês nunca mais abririam esse site!! Além disso, a Jade já não é nova. Estava totalmente desnutrida, tinha carrapatos que encheram um copo grande, e uma infecção horrorosa. Agora ela está em tratamento, fazendo curativos diários, e comendo como nunca, além de dormindo muito. Onde ela estava, botaram-na numa coleira enferrujada e onde ela só podia dormir em cima de entulhos e cacos de obra. Nenhum conforto, muita dor e descaso.

Agora, me digam: pobreza justifica isso? Os donos alegaram desemprego, 5 filhos e blábláblá. Que tentaram ajudar, colocando CREOLINA (meu deus...). O homem é pedreiro. Então, não poderia levá-la num veterinário e oferecer seus serviços em troca de ajuda? Todo mundo tem uma obrinha que precisa ser feita... Também não tenho dinheiro, mas corro atrás. Falta iniciativa, falta A-M-O-R.

A Jade também será um bichinho especial, como o Bob. Ela vai ficar com uma perninha sem a pata, quer dizer, vai fica só um dedinho, se deus quiser e lhe permitir sobreviver de toda essa infecção. Ela tem um olhar muito triste, e levanta a pata machucada e nos dá para segurarmos, como que mostrando o que fizeram com ela, eu choro só de lembrar... Minha mão com sangue dela, mas segurando mesmo assim, ela olhando triste dentro dos meus olhos...

Ela precisa de um novo lar, porque não vou devolvê-la de jeito nenhum para os antigos donos, por mais "choro que as crianças estejam fazendo". A próxima rifinha será em prol dela, para pagar os tratamentos, internação e hospedagem. Em breve!

10 comentários:

Rodrigo disse...

Lamentável saber que existem "pessoas" capazes de tanto descaso com seus animais.
Gostaria de saber também se é feito um trabalho de conscientização e informação com essas pessoas, pois mesmo que seus animais atuais sejam salvos, provavelmente outro será colocado no lugar e submetido ao mesmo tratamento deplorável.
Aguardo a rifinha da Jade, boa sorte pra ela. E mais uma vez, parabéns pelo trabalho de resgate!

cody disse...

Concordo com o Rodrigo quanto ao "lamentável" e o mais importante, quanto ao fato de ter de ser feito um trabalho de conscientização! Infelizmente, mas infelizmente mesmo, a probabilidade de a vaga da "pobre" da Jade ser preenchida em breve tempo é enorme! Na cabeça de certas pessoas (e são muuiiitaaasssss!), "bicho é coisa" e "árvore é pau"! "É a esta forma de pensar que se tem de atacar"! É preciso se martelar a cabeça das pessoas com a informação de que se tem de castrar aos animais e de que não se pode levar para "as crianças brincarem" um cachorrinho "porque cachorrinho não é brinquedo" tem vida, o que parece que um número enorme de pessoas desconhece! Caramba, não dá pra ver uma coisa dessas e ficar calada! Pois bem, como n;ao sou de ficar falando e só, estou criando o blog "unindoastribos.blogspot.com, já está lá, mas falta acabar de fazer e em breve vou falar mais dele, pois a sua proposta é partir para a conscientização nacional de que bicho e árvore tem vida, respirammmmm!!!!! Por incrível que possa parecer para algumas pessoas desinformadas. Beijos para todos os "amigos dos bichos e da natureza". Vamos nos juntar pra trabalhar!!!! Cody M. E-mail: unindoastribos@yahoo.com.br

Thiane disse...

Na cidade de Gravataí, onde acontece a maioria dos casos que assumo, a realidade é bastante humilde. Pouquíssimas pessoas tem acesso à internet. Felizmente, o jornal da cidade tem uma página todas as sextas chamada "Amigo Bicho", isso faz cerca de 1 ano. É através desta página, super lida, que vemos algumas mudanças nas cabeças, inclusive em escolas, e até na polícia, que está aceitando muito bem os casos de denúncia que começaram a ocorrer. Essa família em particular sei que farão exatamente isso. Não tenho como impedir deles recolherem um dos mais de 10.000 cães que circulam pela cidade a procura de migalhas. E infelizmente, é um caso que se eu fizer denúncia ao MP, para impedir eles de terem outro cão, certamente se voltarão contra a sra. Eva, que denunciou, e que ainda tem 4 cães e 11 gatos em sua casinha. O que acontece aqui na maioria das vezes é que os incocentes pagam, através de envenenamento e outras maldades.
O jornal da cidade me liberou a impressão de 5 mil panfletos educativos que estou desenvolvendo para distribuição nesta comunidade.
Essa família já esteve no jornal perguntando pela Jade. Mas depois que saiu a matéria no jornal de lá, sem citar os donos, claro, não foram mais, obviamente com vergonha do que fizeram, que trata-se de maus tratos. Porém, é de se esperar que os filhos vivem na mesma situação miserável, sem maiores cuidados. O pátio não tem condições de abrigar outro cão, devido a quantidade de carrapatos e falta de higiêne.
Infelizmente, não tenho como ficar sentada lá e impedir pegarem outro. Além de ser a duas cidades de onde moro. Tentamos, falamos, mas saber se vão aprender co a lição, isso é outra história...
Falta educação nas escolas, falta medidas governamentais. Felizmente a mídia tem sido uma parceria cada vez maior nesta luta, e o único meio que pessoas mais humildes têm acesso (TV, Rádio e jornal impresso).
Abs!

Cris disse...

Ás vezes me pergunto quem é o animal, o de quatro ou o de duas patas? Revolto-me com esse tipo de situação, com certeza a pobreza não é desculpa para maus tratos, a ignorancia e a desumanidade sim.
Rezo para que esse bichinho precioso se recupere e possamos ter boa notícias dela, dá pra ver a tristeza em seus olhinhos...força Thiane, é de pssoas como voce que o mundo está precisando. Beijo.

Ju disse...

Muito triste e muito chocada pra comentar... Só digo que vou ficar rezando pela Jade e aguardando a rifinha.

shell disse...

Olá ! Quero ajudar tb !!

Gustavo disse...

Prezada, o seu blog é lindo. As fotos da Jade no estado lamentável em que ela estava doem no coração de qualquer um que tenha um pingo de amor e respeito aos animais.
Falta muito carinho, amor e consideração no mundo. O seu trabalho, no entanto, é uma prova de que é possível fazermos a nossa parte para melhorarmos toda essa maldade.
Você poderia sempre colocar uma foto do animal sendo tratado (deitado dormindo, com curativos, etc..) - é que dá sempre gosto de ver o que uma pessoa boa pode fazer por um animalzinho.
Aguardo os dados da rifinha para auxiliar no tratamento da Jade.
Beijos e parabéns,
Gustavo

Ma disse...

Thiane, por favor, me avise quando a rifinha da Jade estiver disponivel. Meu Deus, to chocada com o estado da pobrezinha! Olha que eu já vi muito bicho abandonado na rua em péssimo estado, mas nunca dentro do pátio de seus proprios donos! To com o coraçao apertado só de olhar a carinha dela...
Lá em casa temos 5 gatos e dois caes. Um deles adotamos no inicio do ano, depois de uma vizinha ter tirado ele da rua e tratado a sarna terrivel q ele tinha. Me comprometi a ficar com ele até termos uma familia que o pudesse adota-lo. Já faz 3 meses e ele continua lá em casa... hheheh até agora não tive nenhuma vontade de divulgá-lo para adoção! Ele é um amor, super agradecido por cuidarmos dele. Parece q vai ficar conosco mesmo... E além disso, ele e o meu Golden se dão super bem! Brincam e se divertem muito juntos.
Tomara que a Jade fique bem logo e ganhe uma nova familia, assim como o Kiko (meu caozinho adotado) encontrou a dele. :)

Rose disse...

Meu Deus!eu chorei quando vi essa foto,como pode fazer uma coisa dessas e ainda usar creolina!graças a Deus que essa cachorra encontrou você!eu divulgo seu Blog para as pessoas que conheço e vou divulgar mais,eu tô torcendo muito(e orando também)pra você progredir mais e mais.Parabéns e Boa Sorte!

Cassia Eire disse...

Sinceramente, qdo vejo isso me dá uma certa revolta... uma coisa é o cão ser de rua, outra é qdo o mesmo tem "donos". E realmente, essa desculpa de ser pobre é tão medíocre! Tinha que ter penalização para quem maltrata animais... Lindo seu blog, muito tocante! Hj mesmo, 31 de março adotamos nosso terceiro cão de rua (Zorro). Ele tem 6 meses, está muuitooo fraco e com bixeira. Que Deus nos dê saúde e força em pró dos animais todos os dias!