quarta-feira, 18 de maio de 2011

Dylan e Cash

Somos maninhos vítimas de abandono. Estávamos com muita pulga, vermes e trancados numa caixa. Mesmo grandotinhos e fortes, não sabíamos comer ração. Ontem chegamos aqui na casa duma dinda. Ai que medo que deu! Ela colocou spray na gente, olhou orelha, despulgou, deu remédio, nos virou do avesso... A gente rosnou e reclamou, mas não ousamos morder nem arranhar ela, tá louco! Depois nos deixou quietinhos no quartinho dos filhotes. Mas choramos a noite toda, aquela voz esquisita característica de siameses e pulamos por sobre tudo no tal do berçário, prá tentar se esconder. Que saudade da mãezinha, o que será de nós... Hoje de manhã cedinho a dinda nos deu muito colo, carinho, conversou, mostrou brinquedos. E deu uma ração molhada, misturada com a outra, que devoramos, e assim entendemos o lance da comidinha. Vai fazer 24 horas que estamos aqui, mas já estamos mais calmos e gostamos das caminhas. A gente vê a dinda e pede para ela rolar uma bolinha dentro num brinquedo, prá ficar olhando. A gente ainda tem medo de colocar a mão, mas é legal ver ela fazer. Somos dois meninos fortes e saudáveis com cerca de 3 meses. Castração e vacinas obrigatórias por conta do adotante. Fala com essa moça: thianenunes@gmail.com
UP TO DATE: Cash foi adotado há tempos e está muito bem obrigado. Dylan esteve doentinho, se recuperou, foi vacinado, depois de uns dias piorou, foi internado e ontem, infelizmente, foi dormir nos braços de São Francisco de Assis...

Um comentário:

Márcia disse...

Que lindos!!!

Como é desumano ver tantos abandonos.....
Amei a historinha contada por eles, tomara que consigam logo um lar.

bjs